Crônicas Divagações

Correspondência

Essa semana eu tô numa nostalgia que só. Recebi uma carta. E a carta tinha um livro de presente, embrulhado num papel rosa metálico. Coisa mais linda! Fiquei feliz da vida. Aí eu lembrei da época da escola, quando minha amiga Bárbara se mudou pra Minas.

A gente ficou um tempão mantendo a amizade por cartas. A internet ainda era discada e o ICQ vivia caindo. 173909028 e dá-lhe florzinha girando. Tinha que ter a sorte da pessoa estar online e à noite era 100% de chance. Pensei no que me falaram que de que uma criança disse que ninguém usa mais carta. Só email. E email já tá ficando devagar demais.

Será que essa criança ou as demais estão aprendendo a preencher um envelope?

Queria que elas vivessem a alegria de receber algo na sua casa com seu nominho ali. A emoção de abrir o envelope para ver o que tem. E ver um tantão de coisa linda dentro. Depois enviar a resposta e esperar a re-resposta. Viver a ansiedade. Será que vem? Tá demorando.

Acho que o carteiro seria um grande amigo. Daqueles que você espera sentado na frente do portão.

Esperando a boa nova.

Ligia Tosetto do Prado

troca-de-cartas-1-1

Deixe sua marca por aqui! Adoraria ouvir o que você tem a dizer!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s