Poesia

Retornar

De novo não
Aqui jas Retornar
Por que retornar?
Será que as pedras eram de pirâmides?
O tempo se ausentou? Me abandonou?
Será que o amor não suplantou?
Cara! Já não foi o suficiente?
Quanto tempo ainda terei que caminhar?
Quanto tempo ainda terei que me apresentar?

Já estive aqui outras vezes
E nessas idas e vindas,
Isso aqui, era um paraíso.

Agora…Um fardo
Isso aqui é um fardo
Que todos tem.

De onde vieram ?
Pra onde foram ?
Eu não sei
Não sei mesmo
Mas eu vejo uma luz no fim do túnel
Mas se me permitirem…
Eu vou morrer afogado…

Renato Santos
(É poeta e foi nosso primeiro leitor a atender à chamada de nossa coluna “DeclAme-se” para enviar um poema gravado. Confira aqui embaixo o resultado 😉 )

 

Deixe sua marca por aqui! Adoraria ouvir o que você tem a dizer!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s