Intercâmbio

Mãe (de) intercambista

Ela leu blog de viagens; ela compartilhou textos; ela se informou. Perguntou pra vizinha da vizinha da fulana que já viajou lá pra não sei onde. Ela sentiu saudades do início ao fim. Ela disse “até logo”, em meio a um abraço que dizia: “Fica!”.  Mesmo assim, ela apoiou; ela torceu.

Mas ela também sofreu. Sofreu de antecipação; sofreu de continuação. Mas era um sofrimento diferente… Dessa vez, ela sorria! “Esse, também, era o meu sonho!” – serena, ela falou.

E, nossa, como ela falou!  Pro vizinho, pro compadre, pra comadre. Falou pro conhecido que não via há anos. Com lágrimas nos olhos, numa mistura de orgulho e saudade. Você reprimiu. Mas ela precisava. Precisava falar…Pra si mesma!

Porque, afinal, ela é Mãe (de) Intercambista. Ela é Mãe sem Fronteiras. Ela é a primeira a ensinar que o mundo é grande demais pra ficar no mesmo lugar. Ela incentiva cada viagem. Mas, quando o assunto é respirar alivida… Bom, isso ela só faz na chegada!  Ela se apega aos santos, à reza e até ao tal universo para proteger a cria “perdida”.

Ela se faz onipresente; ainda que, fisicamente, ausente!  Isso porque Mãe (de) Intercambista tem coração viajante. Desconhece a noção de fronteira. Coloca-se numa malinha e voa para todo canto. Aprende a usar Facebook, WhatsApp, Viber, Skype e qualquer outra invenção maluca que lhe deixe um pouco mais perto do “perdido”. E, se puder, dos amigos “perdidos” do filho “perdido”. Ela adota todos os “perdidos” pelo e do mundo!

Ela converte a ausência em presença, se a grana deixar. Ela enfrenta horas de vôo. Mas ela chega. Ela chega ao fim do mundo! Ela te abraça; ela abraça a sua forma de viver a vida. Ela te surpreende e encara um mochilão! Um doce sorriso no rosto; uma mochila nas costas: “Me leva?”.

Ainda lembro seu olhar de saudade no aeroporto…

Mal sabia eu que ela viria comigo!

*Uma pequena homenagem à dona Leila , pelo aniversário e pelo apoio de sempre! Pai, não fica com ciúmes! O seu está vindo!

**E, também, a todas as mães (de) intercambistas que, de alguma forma, apareceram na minha vida!

14 comentários

  1. Minha filha está na Coreia há quase 3 meses, e eu estava procurando algo sobre o dia de hoje, para abraçar um intercambista, e encontrei este texto. Lindo texto, minha jovem! Chorei, me emocionei e fui diretamente para a Coreia em pensamento… Malu Magatti, minha filha amada na Coreia… Carlos Luna, meu filho mexicano substituto aqui… Amo todos vocês, que possuem a audácia característica dos jovens. Amo vocês, mães de intercambistas, que compartilham da felicidade e do orgulho que sinto!

  2. eu tambem sou mãe de uma menina que esta em Missouri e gostei muito das suas palavras, parabéns ,me chamo Terezinha e minha filha Katiucya,beijos.

  3. Intercambista, ouvi tudo que mãe sente, adivinha tudo que mãe quer. vence todas fronteiras para alcançar o sonho concluir a meta tornar-se cidadão do mundo………. te amo paulina e a todos seus companheiro de luta que se fizeram família junto com você.

Deixe sua marca por aqui! Adoraria ouvir o que você tem a dizer!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s